Escondidinho de carne de jaca

Olá meu povo! Já vou começar esse post me desculpando pelo sumiço esse último mês, mas acontece que eu tenho estado bem enrolada com o último período da faculdade (monografia não é de Deus não, gente) e pra melhorar a situação meu quarto está em reforma. Fiquei tão sem tempo nas últimas 2 semanas que não consegui nem mesmo trazer minhas marmitinhas pro trabalho e tenho apelado pro restaurantes mesmo. Quem me segue no instagram (se você não segue ainda, deveria, porque posto bastante conteúdo exclusivo lá também) deve ter percebido isso pelos stories que fiz.

DSC_0561.JPG

DSC_0555.JPG

Enfim, no meio dessa loucura toda, nesse último feriado viajei pra casa da minha mãe pra descansar um pouquinho e eis que no meio da estrada eu encontro o que? Muitas jacas! Jacas verde, madura, grande, pequena… tudo. Lógico que precisei parar pra comprar. Super casou com a minha necessidade de colocar alguma receita nova por aqui que sei que isso tá as moscas já. Aproveitei a cozinha enorme da mamãe pra fazer carne de jaca pra vida inteira (sério gente, olha o tamanho dessa jaca).

jacaeeu.jpg

Eu nem ia fazer escondidinho, mas aproveitei que minha mãe ia fazer uma super travessa de bicho a parmegiana e pedi pra que ela guardasse um pouco da batata cozida pra mim. No fim das contas os carnistas queriam mesmo é comer meu escondidinho vegano, e ficaram impressionados com a tão famosa carne de jaca. Ficou uma delícia, mas acho que se eu tivesse me planejado antes pra fazer ele poderia complementar mais ainda (com um “queijinho” ralado ou cremoso no recheio, por exemplo – guardem a dica 😉 ).

Sem mais delongas, vamos pra receita!

DSC_0550.JPG
Insira uma legenda

Receita

Ingredientes

Purê de batatas

  • 2 xícaras de batata cozida
  • 2 colheres de sopa de azeite extra virgem
  • Leite vegetal não adoçado
  • 1 colher de sopade levedura nutricional (opcional)
  • Sal e pimenta do reino

Carne de jaca

  • Jaca verde
  • Molho de tomate (pronto ou caseiro, fica a sua escolha)
  • 1/2 pimentão
  • 1 pimenta dedo de moça
  • 1/2 maço de cheiro verde
  • 1 tomate picado (na verdade eu usei cereja, mas porque só tinha ele em casa)
  • Suco de 1 limão
  • 1 cebola picada
  • 3 dentes de alho
  • Condimentos: curry, páprica, pimenta do reino, louro em pó

Modo de fazer

Purê de batatas: Cozinhe as batatas até elas estiverem muito muito molinhas (de desmanchar). Com ela ainda quente, amasse com o auxílio de um garfo, socador de alho ou o que você estiver acostumado a usar pra amassar batatas. Adicione azeite aos poucos e incorporando na batata. Em seguida faça o mesmo com o leite e mexa bastante até ficar cremoso assim como o purê tradicional com leite e manteiga. Eu fiz todo esse processo fora do fogo, com as batatas bem quentes. Reserve e espere pra montar o escondidinho.

Carne de Jaca: Ok, essa parte é um pouco mais trabalhosa se você quiser fazer a jaca inteira. E na verdade eu recomendo que você faça a jaca inteira, pelo menos até essa primeira parte (antes de refogar e temperar), porque a jaca amadurece rápido e logo já não dá mais pra usar pra essa finalidade. Já vi muito vídeo gringo usando ela doce pra simular carne de porco, mas eu mesma nunca provei com ela madura, então continuo recomendando a verde. Mas não precisa se assustar pela complexidade do preparo, não é tão trabalhoso quanto parece, mas a jaca inteira ainda é uma fruta bem grande e exige certo tempo, então o que eu realmente recomendo é que você faça esse processo de uma vez e congele o resto da carne de jaca que não usar pra receita.

DSC_0414.JPG
Minha jaca já estava amadurecendo depois de um dia. Não tava doce, mas estava meio molenga.

Parte I: Corte as jacas em pedaços que caibam dentro de uma panela de pressão (eu tive que fazer o processo umas 3 vezes em metade da minha jaca – a outra metade eu deixei amadurecer porque queria comer ela como fruta também). Um aviso: a jaca possui uma cola que pega simplesmente em tudo o que toca, então a minha dica é que você besunte sua faca e sua mão com óleo de cozinha pra cortar sem sofrer. Deixe no fogo por 30 min em fogo médio depois de pegar pressão. Retire os pedaços da panela e espere esfriar pra poder desfiar. Nesse momento de desfiar eu separo as sementes (pra torrar e comer tipo castanha), os gominhos e a “carne”.

DSC_0456 copy.jpg

Parte II: Com a carne de jaca já desfiada, é hora de refogar e dar o gosto similar ao frango desfiado. Refogue a cebola até dourar. No momento em que a cebola começar a ficar transparente já é hora de colocar o alho amassado e deixar dourar junto. Adicione o pimentão e os tomates picados e refogue por 2 minutinhos. Após isso já pode acrescentar a carne. Refogue por alguns minuto até a carne sugar bem o gosto dos vegetais refogados. Depois disso, acrescente a gosto o molho de tomate (eu gosto de colocar pouco), a pimenta picada e os condimentos. Refogue mais um pouquinho e tá pronta a carne.

DSC_0540.JPG

Agora é só montar o escondidinho: Carne por baixo, purê por cima. Com o forno pré-aquecido a 230º, leve o escondidinho até que o purê esteja douradinho. Deve levar cerca de 20 minutos. E tá pronto. 🙂 Eu não tinha orégano naquele momento, mas se vocês tiverem eu sugiro que salpiquem um pouquinho, porque fica delícia.

DSC_0536.JPG

E aí pessoal, valeu a pena o sumiço por um pratinho comida de mãe desses? Espero que vocês tenham gostado e que repitam o processo em casa. 🙂 Até o próximo post!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: